A Magia de Bled

Bled é um vilarejo com menos de 8 mil habitantes, no interior da Eslovênia e a cerca de uma hora de carro a partir da capital Liubliana, localizado aos pés dos Alpes Julianos, no Parque Nacional de Triglav. Apesar de existirem trem e ônibus que fazem esse trajeto, a partir da própria Liubliana, o melhor a se fazer é alugar um carro ou contratar um tour privado, para um deslocamento mais rápido e com mais tempo para o passeio local. Em diversas listas “dos mais lindos lugares da Europa”, Bled aparece nos primeiros postos e, realmente, é encantador e inusitado.

Ao chegar a Bled, o turista se depara com um dos mais belos lagos do mundo, de águas cristalinas, com 6 km de extensão, rodeado por exuberante vegetação. Uma pequena e natural ilha, a única da Eslovênia, destaca-se ao meio desse. A população da pequena cidade está distribuída ao redor do lago e na ilha existe uma igrejinha e um museu. Ao alto de um penhasco, um castelo medieval, do século XI, com torres e muralhas, oferece incrível vista desse lago. Para chegar ao castelo, basta caminhar por uma trilha bem sinalizada, por cerca de 25 minutos, mas que não é aconselhável no inverno, devido à neve.

Em qualquer época do ano, Bled é encantadora, mas é no verão que atrai um grande número de turistas para as “praias” à margem do lago ou para as diversas trilhas na mata que levam aos mirantes de onde se pode ver e fotografar belíssimas paisagens. Além disso, diversos esportes aquáticos estão disponíveis. Vários pontos na cidade disponibilizam aluguéis de bicicletas, caiaques e equipamentos de mergulho. Apesar de pequena, a estrutura para o turista é muito boa, tanto para hospedagem, quanto para alimentação.

Apesar da comodidade e facilidades do verão, optei por ir à Bled em pleno inverno. Quando criança, fiquei encantada com a foto da cidade coberta de neve, em um cartão de Natal. Conhecer Bled foi uma das maiores emoções dentre todas a minhas viagens.

Para chegar até à ilha ao centro do lago, existem barcos de madeira, conhecidos como “pletnas” que realizam o percurso em alguns minutos, guiados por condutores devidamente habilitados e pertencentes à famílias tradicionais que detêm a licença para realizarem o transporte. O barco ancora em um ponto específico da ilha e, após subir alguns degraus, é possível chegar à igrejinha. Ao lado dela, além de um museu sobre a história local, existem restaurantes, cafés e uma simpática loja de souveniers. A vista do lago, a partir da ilha, é, igualmente, belíssima. Tudo isso faz de Bled um lugar de conto de fadas.

 

Vista de Bled, Eslovênia, coberta pela neve

 

Barcos de madeira para a travessia do lago

 

Condutor levando o barco até a ilha

 

Lago de Bled e a ilha ao centro

 

Belíssima vista da ilha com a igrejinha

 

Escadaria que leva da margem da ilha até à igreja

 

Torre da igrejinha

 

Área ao redor da igreja, na ilha

 

Área ao redor da igreja

 

Vista da ilha de Bled, Eslovênia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *