Oceanário de Lisboa

Um dos inesquecíveis passeios na cidade de Lisboa, e que agrada pessoas de todas as idades, está na visita ao seu Oceanário. Situado em uma ampla área, na região conhecida como Parque das Nações, foi inaugurado em 1998, para a Expo 98. Em 2011, foi expandido com a inauguração de mais uma moderna construção: o Edifício do Mar.

O Oceanário de Lisboa, além de ser local de lazer, é importante centro técnico-científico e mantém importantes parcerias com diversas universidades europeias e órgãos de pesquisa. Em 2012, atingiu a marca de 16 milhões de visitantes e foi considerado o mais importante oceanário da Europa e um dos maiores do mundo. Desde a sua inauguração, possui como mascote (e seu símbolo) o Vasco, em homenagem ao grande navegador Vasco da Gama.

A enorme estrutura possui cerca de 20 mil metros quadrados, com mais de 7 milhões de litros de água, distribuídos em mais de 30 aquários. A maior construção do Oceanário é o seu aquário central, com mais de 5 milhões de litros de água e variadas espécies de animais: desde pequenos peixes tropicais a tubarões e raias gigantes. A estrutura foi construída de maneira a criar a sensação de inserção em suas águas. Além do gigantesco aquário, chamou a minha atenção a grande variedade de lontras e aves marinhas. Dependendo do horário, é possível ver os funcionários alimentando os animais.

O Oceanário de Lisboa fica aberto, diariamente, das 10 às 20 horas. Os ingressos podem ser adquiridos, antecipadamente, através do seu site, mas não encontrei dificuldades em comprá-los, diretamente, nos guichês de entrada. Diversas linhas de ônibus, como a 5, 25, 28, 44, 708, 750 e 794, servem as proximidades do local, a partir da Estação Oriente. A linha vermelha do Metrô de Lisboa, também, para na Estação Oriente. O percurso de visita obedece às normas europeias de acessibilidade, com rampas e empréstimos de cadeiras de rodas. Possui restaurante, lanchonetes e loja de souveniers.

 

Entrada do Oceanário de Lisboa, Portugal, e o mascote Vasco

 

Vista do Parque das Nações, onde está localizado o Oceanário

 

Parte do aquário central

 

Ambiente com aves marinhas

 

Setor dos pinguins

 

Simpáticas lontras

 

Tanque dos corais

 

Camuflagem do peixe lua

 

Um dos aquários do Oceanário de Lisboa

 

Bela estrela do mar

 

Um dos aquários do Oceanário

 

Diversidade da vida marinha

 

Funcionário alimentando aves, no Oceanário de Lisboa, Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *